terça-feira, 14 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1971/72

PLANTEL


José Henrique, Jaime Graça, Humberto Coelho,  Artur Correia, Eusébio, Né-Né, Artur Jorge, Adolfo, Toni, Jordão, Simões, Malta da Silva, Messias, Rui Rodrigues, Zeca, Fonseca, Vitor Martins, Diamantino,

TREINADOR


Jimmy Hagan



MELHOR MARCADOR


ARTUR JORGE - 33 GOLOS



RESULTADOS




CRÓNICA DA ÉPOCA

1971/72 voltou a ser um Campeonato sem história. Com Sporting e FC Porto abaixo das suas capacidades, coube ao surpreendente Vitória de Setúbal de José Maria Pedroto ser a grande oposição aos encarnados.

O Vitória acabou a dez pontos de um poderoso Benfica que só cedeu uma derrota e três empates ao longo de trinta jornadas, pois o Campeonato foi disputado pela primeira vez por dezasseis clubes.

Longe da frente, o Sporting foi terceiro a doze pontos do Benfica e a CUF ficou em quarto, enquanto o quinto lugar pertenceu ao FC Porto.


O primeiro 16.º lugar da história do Campeonato Nacional pertenceu ao Tirsense.


PRESIDENTE


DR. BORGES COUTINHO


TROFÉU RAMON CARRANZA

Nesta época o Benfica perde a final do troféu Ramon Carranza


VIDEOS


AJAX 1  - BENFICA 0



BENFICA 0 - AJAX 0




(T. Portugal) BENFICA 6 - PORTO 0





BENFICA 3 SPORTING 2 (FINAL TP)




CAMP. PORTO 1 - BENFICA 3