segunda-feira, 17 de setembro de 2018



GRANDES NOMES

EDILSON "CAPETINHA"







O ex-jogador Edílson da Silva Ferreira, o Edílson Capetinha, que está completando 48 anos neste 17 de Setembro de 2018, foi um dos atacantes brasileiros mais perigosos nos anos 90 e início dos 2000. Habilidoso e rápido, o jogador atormentava as defesas dos adversários. Quem não se lembra da 'caneta' no francês Karembeu, em um Corinthians e Real Madrid? Mas vamos lembrar aqui da única passagem de Edílson no futebol europeu: no Benfica, na temporada de 1994/1995.



Pelo Benfica, Edílson fez 31 partidas e marcou 17 golos


Edílson 'estourou' no futebol brasileiro em 1992, quando atuava pelo Guarani e chamou a atenção da Parmalat, que o contratou para montar o grande time do Palmeiras de 1993. O atleta foi importante nos títulos do Paulista e Brasileiro daquele ano. Porém, em 1994, a empresa de laticínios italiana levou para o Verdão o colombiano Freddy Rincón e, com isso, o 'Capetinha' foi para a reserva.
  


Comemorando um golo ao Boavista



Insatisfeito com o banco de reservas, Edílson pediu para ser emprestado. A solução foi mandá-lo para uma equipe que também tinha o apoio da Parmalat, apesar de ser apenas como patrocinador da camisa: o Benfica. O empréstimo era de um ano e o 'Capetinha' chegou no Estádio da Luz antes do início da temporada 1994/1995.

Edílson estreou com a camisa do Benfica em 21 de agosto de 1994, em um jogo contra o Beira-Mar, em Torres Novas. Ele entrou no jogo no intervalo, no lugar de Abel Xavier. Apesar de cair nas graças da torcida, a Comissão Técnica do clube, comandada na época por Artur Jorge, o preteria e, por isso, ele teve alguns problemas no clube.





Fez o último jogo em 28 de maio de 1995


Mesmo assim, ao fim do seu contrato, a torcida chegou a organizar uma campanha de arrecadação de fundos para contratar em definitivo o atleta junto ao Palmeiras (leia-se Parmalat). Como não eu certo, Edílson fez seu último jogo pelo Benfica em 28 de maio de 1995, quando vez o único gol de sua equipe na vitória contra o Sporting Braga, no Estádio da Luz.

Pelo Benfica, o 'Capetinha' fez 31 jogos, marcando 17 golos. Após o término do empréstimo, no meio de 1995, Edílson se reapresentou ao Palmeiras, onde jogou as finais do Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro. Em 1996, ele foi para o Kashiwa Reysol, do Japão, voltando em 1997, quando defendeu o Corinthians. Porém, isso é outra história!





Sem comentários:

Publicar um comentário