quinta-feira, 30 de junho de 2016

ÉPOCA DE 1986/87


PLANTEL



Veloso, Álvaro, Dito, Silvino, Diamantino, Rui Águas, Chiquinho Carlos, Shéu, Nunes, Carlos Manuel, Wando, Manniche, Edmundo, Oliveira, Tueba, César Brito, Samuel, Zivkovic, Rui Pedro, José Luis, Neno, Bento, Paulo Guilherme, António Bastos Lopes, Paulo Guilherme

TREINADOR

MORTIMORE

MELHOR MARCADOR

RUI ÁGUAS - 20 GOLOS

RESULTADOS




CRÓNICA DA ÉPOCA

Após dois anos de domínio portista o Benfica voltou a chamar a si o ceptro de Campeão. Na época em que o F.C. Porto foi Campeão Europeu pela primeira vez na sua história, o Benfica sofreu a maior derrota de sempre no campeonato, o famoso «sete a um» às mãos do eterno rival em Alvalade. Apesar da vitória histórica sobre os encarnados o Sporting chegou ao fim da primeira volta em quarto lugar a cinco pontos da liderança, para nas restantes quinze jornadas do campeonato continuar a perder pontos e acabar a dez do campeão Benfica.   Na segunda volta a luta pela liderança ia resumir-se a Benfica, Porto e Vitória de Guimarães... Os vimaranenses – que tiveram com Paulinho Cascavel (22 golos) o prémio de melhor marcador da competição - foram a revelação da competição, andando a discutir a liderança até à 22ª Jornada, quando uma derrota com o Benfica em casa (1-2) os afastou definitivamente da luta.   As restantes jornadas viram o Benfica controlar a distância pontual para o F.C. Porto, enquanto os azuis-e-brancos concentravam as suas forças na campanha que os conduziu até ao Estádio do Prater. Vitória de Guimarães, Sporting, o surpreendente Desportivo de Chaves e Belenenses qualificaram-se também para as competições europeias na época seguinte. Graças ao caso Mapuata nenhuma equipa foi despromovida e o campeonato seguinte contou com 20 clubes.
Após dois anos de domínio portista o Benfica voltou a chamar a si o ceptro de Campeão. Na época em que o F.C. Porto foi Campeão Europeu pela primeira vez na sua história, o Benfica sofreu a maior derrota de sempre no campeonato, o famoso «sete a um» às mãos do eterno rival em Alvalade.

Apesar da vitória histórica sobre os encarnados o Sporting chegou ao fim da primeira volta em quarto lugar a cinco pontos da liderança, para nas restantes quinze jornadas do campeonato continuar a perder pontos e acabar a dez do campeão Benfica.

Na segunda volta a luta pela liderança ia resumir-se a Benfica, Porto e Vitória de Guimarães... Os vimaranenses – que tiveram com Paulinho Cascavel (22 golos) o prémio de melhor marcador da competição - foram a revelação da competição, andando a discutir a liderança até à 22ª Jornada, quando uma derrota com o Benfica em casa (1-2) os afastou definitivamente da luta.

As restantes jornadas viram o Benfica controlar a distância pontual para o F.C. Porto, enquanto os azuis-e-brancos concentravam as suas forças na campanha que os conduziu até ao Estádio do Prater.

Vitória de Guimarães, Sporting, o surpreendente Desportivo de Chaves e Belenenses qualificaram-se também para as competições europeias na época seguinte. Graças ao caso Mapuata nenhuma equipa foi despromovida e o campeonato seguinte contou com 20 clubes. O clube do Restelo começou a época a fazer sonhar os seus adeptos, chegando ao fim da sétima jornada na liderança (empatado com o Benfica) já depois de ter batido os leões em Belém. Caberia ao FC Porto, deitar água no sonho belenense à oitava jornada, batendo os lisboetas no Restelo por 0x3.

CURIOSIDADES




VIDEOS DA ÉPOCA


CAMPEONATO NACIONAL

BENFICA 3 - RIO AVE 1

SPORTING 7 - BENFICA 1


 BENFICA 1 - GUIMARÃES 0


VARZIM 0 - BENFICA 0 


CHAVES 1 - BENFICA 2


SALGUEIROS 1 - BENFICA 1


ELVAS 0 - BENFICA 2


MARITIMO 2 - BENFICA 2


BENFICA 2 - ACADÉMICA 0


BENFICA 1 - FARENSE 0


BRAGA 1 - BENFICA 1


BOAVISTA 0 - BENFICA 2


GUIMARÃES 1 - BENFICA 2


BELENENSES 1 - BENFICA 1


BENFICA 2 - ELVAS 0


FARENSE 0 - BENFICA 2


BENFICA 2 - BELENENSES 0


BENFICA 2 - SPORTING 1


PORTO 2 - BENFICA 2


BENFICA 3 - PORTO 1


VARZIM 0 - BENFICA 0







TAÇA DE PORTUGAL

BENFICA 6 - TORREENSE 1


FINAL - BENFICA 2 - SPORTING 1





SUPERTAÇA

PORTO 1 - BENFICA 1


BENFICA 2  -  PORTO 4






TAÇA DAS TAÇAS

BORDEUS 1 - BENFICA 0


BENFICA 1 - BORDEUS 1


BENFICA 2 - LILLESTROEM 0






JOGO PARTICULAR
(REBAIXAMENTO DO RELVADO DAS ANTAS)

PORTO 1 - BENFICA 1