quarta-feira, 22 de junho de 2016

GRANDES NOMES

ROSÁRIO



Conhecido em Porto de Muge por Zé David, foi na sua aldeia que começou a dar os primeiros pontapés na bola, e é aqui que desperta a atenção do Sport Lisboa e Cartaxo, a que se segue o S. L. Elvas.


Em 1943 chega ao Atlético, onde no ano seguinte se sagraria campeão nacional da 2ª divisão. 


Em 1945/46, já na primeira divisão, consegue um 5º lugar e chega à final da Taça de Portugal onde é derrotado pelo Sporting. Finalmente em 1948, chega ao Benfica, onde vem a jogar 96 jogos e a marcar 22 golos.

Ao serviço do Benfica, foi campeão nacional, ganhou 3 taças de Portugal e ganhou a taça Latina em 1950.



A taça Latina era a predecessora da taça dos Campeões e era disputada pelos campeões dos países do sul da Europa.

Nesta competição marcou o primeiro golos dos 3 a 0 com que o Benfica cilindrou a Lázio e garantiu o acesso à final na qual marcou o canto que originaria o golo que deu a vitória do troféu frente ao Bordéus.


Jogou também em 1952, a célebre final da taça de Portugal dos 5 a 4 frente ao Sporting, e terminou a carreira em 1957 ao serviço do Atlético.

Faleceu a 29 de Maio de 2015 e foi sepultado em Ganfei, Valença do Minho.