segunda-feira, 6 de novembro de 2017




MODALIDADES 
Resultados de Domingo 5-Nov-2017



FUTEBOL (Seniores)

Vitória de Guimarães 1 - Benfica 3


Jogo quente na Cidade Berço, nervos à flor da pele, interrupção nos minutos iniciais, ambiente frenético e um Benfica pragmático a ter a frieza necessária para passar (1-3) num D. Afonso Henriques em ebulição.

O terreno era tradicionalmente e teoricamente difícil, apesar de os números dizerem que os encarnados até se costumam dar bem em Guimarães. No final sobraram três pontos para o Benfica, que voltou a encurtar para cinco pontos a desvantagem para o FC Porto.



O conjunto de Rui Vitória aguentou nas horas de maior aperto, essencialmente após o intervalo, e teve capacidade de marcar nas horas certas, conseguindo um triunfo por números expressivos.

Jonas abriu o ativo, Samaris e Salvio confirmaram o triunfo já na segunda metade.




Na sequência da derrota em Manchester, Rui Vitória apresentou um Benfica com uma revolução no onze, mudando metade dos jogadores de campo. Krovinovic foi a maior novidade, atuando pela primeira vez de início no campeonato. Voltou o 4x3x3 como sistema tático e Jonas ao centro do ataque, acabando por ser o avançado a adiantar o Benfica no marcador.


Do lado do V. Guimarães, também vindo de um jogo europeu (triunfo sobre o Marselha por 1-0), Pedro Martins mexeu quatro peças na sua equipa, destacando-se a ausência de Hurtado, que está ao serviço da seleção peruana.

Pressão encarnada deu frutos

Com o jogo a começar de forma tumultuosa, sendo interrompido logo nos instantes iniciais por força da confusão provocada pelos adeptos, o Benfica foi a primeira equipa a conseguir pausar o seu jogo, atuando de forma simples com a bola e muito pressionante.

O domínio encarnado ganhou contornos ao minuto 22, com Jonas a bater Miguel Silva. Krovinovic combinou bem com André Almeida, o lateral foi até junto da linha de fundo para fazer o passe certeiro para o avançado fazer o golo.


Processos simples, sem muitos aflorados, com o Benfica a chegar com relativa facilidade a terrenos adiantados, essencialmente quando acelerou pelo lado direito. As tentativas de resposta do Vitória faziam-se com afinco, com uma ameaça logo após o golo sofrido, mas faltou articulação para criar lances de verdadeiro perigo.

Frieza resolveu

A correr atrás do prejuízo, fez por crescer no jogo a equipa da casa após o intervalo. O conjunto de Pedro Martins conseguiu vários lances de bola parada capazes de criar perigo, obrigou o Benfica a baixar as suas linhas e a praticamente não atacar.

Héldon tentou um golo de bandeira com um remate em arco de fora da área. Svilar, que fez várias interceções importantes, teve de jogar com a mão fora da sua área e acabou por ser preponderante quando o Benfica passou por apuros.

VIDEO




Num ápice, em apenas três minutos, a frieza de Samaris e Salvio fez a diferença a desnivelar o marcador. Primeiro foi Samaris a resistir ao puxão de Francisco Ramos e a encaminhar-se para a baliza de Miguel Silva para fazer o golo da tranquilidade. Depois foi Salvio a aparecer em posição privilegiada para fazer um chapéu ao guarda-redes vimaranense.

A reação do Vitória ainda deu um golo a Rafael Martins e pôs Tallo na marca dos onze metros, no último suspiro do encontro, mas o avançado desperdiçou.


Três pontos para o Benfica num jogo intenso, em que soube sofrer e ser pragmático.



RUI VITÓRIA EXPLICA MAIS-VALIA DE KROVINOVIC

O jogo em Guimarães assinalou a estreia de Krovinovic na equipa titular do Benfica em partidas do campeonato. Rui Vitória não ficou surpreendido com a exibição do médio croata no Estádio D. Afonso Henriques.




«Não foi preciso este jogo para concluir isso [ ser um jogador que pode desequilibrar]. Trata-se de um jovem jogador a chegar a um grande clube. Tem feito um trabalho meritório, dá-nos capacidade de ter mais um jogador no meio-campo e chegada com mais facilidade à frente», realçou o treinador dos encarnados, em conferência de Imprensa.

«Em condução de bola é fortíssimo, é esclarecido e tem uma intensidade de jogo muito boa para aquilo que pretendemos. Para mim não foi uma surpresa, vejo-o a trabalhar todos os dias», sublinhou Rui Vitória, frisando, contudo, que «há muitos jogadores a trabalhar todos os dias» para merecer um lugar no onze.


«Temos de pensar na melhor estratégia para cada jogo», referiu.



BASQUETEBOL (Masculino)

Benfica 97 - CAB Madeira 75


Benfica vence CAB Madeira e reassume liderança


             
Basquetebol: Benfica vence CAB Madeira e reassume liderança
O Benfica recebeu e venceu este domingo o CAB Madeira, por 97-75, em jogo da sexta jornada da liga portuguesa de basquetebol.

Um resultado que permite aos encarnados o regresso à liderança isolada do campeonato, pertença do Terceira Basket desde sábado, após o triunfo sobre o Barreirense.


A sexta jornada fica completa com o V. Guimarães-Ovarense, a 15 de novembro.


VOLEIBOL

Benfica 3 - A.A. Espinho 1

Que jogão! Depois da vitória de sábado frente à Associação Académica de Espinho, novo jogo no domingo com a outra equipa de Espinho, o Sporting Clube. Dois jogos, duas vitórias, com o Benfica a dar sinais claros de muita qualidade e ambição.

Pavilhão n.º 2 da Luz bem composto e que grande jogo de Voleibol, com as duas equipas a darem tudo em campo. O apoio dos adeptos benfiquistas foi galvanizador.





Vitória, por 3-1, para as águias, com réplica espetacular do adversário. Aliás, os números finais de cada um dos sets demonstra-o na perfeição, com dois deles a terem de ser decididos nas vantagens: 25-23, 23-25, 29-27 e 32-30.
André Lopes, com um ás, fechou o jogo na perfeição para alegria nas bancadas!

Com este resultado, o Voleibol do Benfica mantém-se no topo da tabela classificativa!

José Jardim fez alinhar a seguinte formação inicial: Vinhedo, André Lopes, Hugo Gaspar, Gradinarov, Cveticanin e Ivo Casas.


Na próxima jornada, a 9.ª, o Benfica recebe a Formação do Esmoriz GC, numa partida agendada para as 15h00 de sábado, dia 11 de novembro, no Pavilhão n.º 2 da Luz.




HÓQUEI EM PATINS (Feminino)

Benfica 20 - UDC Nafarros 1

A fechar o domingo e mais um fim de semana de muito Benfica, mais uma goleada do Hóquei em Patins Feminino.





A equipa comandada por Paulo Almeida, líder invicta do Campeonato Nacional, focou atenções na Taça de Portugal. Na 1.ª mão da 1.ª eliminatória da prova, frente à formação da UDC Nafarros, vitória gorda no Pavilhão Fidelidade, por 20-1, com 8-1 ao intervalo. Uma vantagem confortável para a 2.ª mão que se disputa no dia 25 Novembro.

Antes, já no próximo fim de semana, realiza-se a 1.ª mão da 1.ª eliminatória da Liga Europeia. A 2.ª mão joga-se a 2 de Dezembro em Lisboa.


O Campeonato Nacional (4.ª jornada) regressa no dia 16 de Novembro, com as águias a receberem a formação do CACO.