sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Já imaginaste quanto é que o Benfica gasta em despesas que ninguém repara e que para muitos são invisiveis? 




A conta de electricidade do Benfica em 2016/17 chegou aos 1,465 milhões de euros. Este é um dos números que surge no relatório e contas consolidada individual da SAD encarnada e que é referido na rubrica de fornecimentos e serviços externos. No fundo, despesas invisíveis mas obrigatórias para o funcionamento de um clube de futebol.

Em deslocações e estadias, quase sempre da equipa principal, as águias gastaram 4,188 milhões de euros; em equipamento desportivo, foram mais 1,821 milhões; e vigilância e segurança, outros 1,320 milhões. Há ainda 2,198 milhões de subcontractos, que são "serviços de terceiros relacionados com limpeza, vigilância, manutenção de relvado, gestão técnica e outras manutenções, excluindo os gastos directamente associados à organização dos jogos".


O valor total da rubrica ascende a 36,945 milhões de euros. A maior parcela corresponde a "trabalhos especializados", no valor de 8,451 milhões de euros, que o relatório especifica serem "diversos fornecimentos e serviços prestados por terceiros, sendo de destacar os gastos com consultores em diversas áreas e os encargos referentes a serviços prestados por outras empresas do grupo Sport Lisboa e Benfica". A parcela "Outros fornecimentos e serviços" corresponde a um total de 8,198 milhões.

Fonte - Jornal Record