segunda-feira, 22 de agosto de 2016

NOTICIAS DO BENFICA

22.AGT.2016 - 18,00 HORAS



FUTEBOL

DESAIRE NA LUZ



O Benfica perdeu os primeiros pontos no campeonato nacional ao empatar a 1-1 com o Vitória de Setúbal em jogo a contar para a segunda jornada. Frederico Venâncio abriu o marcador no arranque da segunda parte enquanto que Raúl Jiménez de grande penalidade fez o 1-1.

No regresso a casa do 'tricampeão' nacional a casa depois de uma longa ausência, os adeptos do Benfica fizeram questão de marcar presença para o primeiro jogo da época no Estádio da Luz e criar um clima de gala para os jogadores comandados por Rui Vitória que fez poucas alterações em relação à jornada inaugural. E perante a ausência do capitão Luisão devido a lesão, o treinador do Benfica apostou em Lisandro López e lançou de início Salvio para o lugar de Gonçalo Guedes.

Apesar do ambiente intimidador nas bancadas, o Vitória de Setúbal apresentou-se muito organizado no sector defensivo e a jogar com as linhas muito recuadas. Na primeira meia-hora de jogo, o Benfica conseguiu criar poucas oportunidades de golo devido ao trabalho defensivo dos sadinos. Com André Horta muito activo nas manobras da equipa e com um Mitroglou muito estático na zona mais ofensiva, cabia a Salvio e Pizzi criar desiquilíbrios uma vez que Cervi não conseguia 'explodir' sem espaço.

Ao intervalo, o nulo no marcador era reflexo do bom posicionamento dos jogadores de José Couceiro, enquanto que do lado do Benfica a forte pressão com que terminou a primeira parte era um bom indicador para o segundo tempo.

No arranque da etapa complementar, Rui Vitória lançou em jogo Raúl Jiménez e retirou Franco Cervi. A entrada do avançado mexicano agitou o jogo, e aos 64 minutos José Couceiro lançou Arnold para o lugar de João Amaral.

E num lance de bola parada contra a corrente de jogo, o Vitória de Setúbal acabou por abrir o marcador aos 66 minutos de jogo por intermédio de Frederico Venâncio após cruzamento na direita de Nuno Pinto. A bola bem colocada para o coração da área parece receber um leve desvio do capitão sadino e acabou no fundo das redes de Júlio César.

Perante a pressão de estar a perder em casa, Rui Vitória lançou no jogo André Carrillo e tirou Pizzi. Aos 76 minutos, o extremo peruano consegue receber uma bola no coração da área sadina, mas numa posição frontal remata de pé direito ao lado.

Em vantagem no marcador, o Vitória de Setúbal acabou por tentar gerir o resultado mas acabou por sair penalizado quando aos 82 minutos o Benfica conseguiu empatar o jogo de grande penalidade. Raúl Jiménez frente a Bruno Varela não desperdiçou a oportunidadade para fazer o 1-1 da marca dos onze metros.


Com o jogo empatado, o Benfica intensificou ainda mais a pressão junto a área de Bruno Varela, e apesar do autêntico sufoco criado pelos jogadores de Rui Vitória, o Vitória de Setúbal acabou por conseguir levar um ponto para o Bonfim.

RESUMO

video



>>>>>>>>>O<<<<<<<<<



Talisca na partida: «Não era o que desejava, mas o Benfica quis assim»



Jogador brasileiro a caminho do Besiktas



Anderson Talisca partiu esta segunda-feira para a Turquia para representar o Besiktas por empréstimo de uma época e na hora do adeus, à partida no aeroporto, não escondeu alguma mágoa por deixar o clube tricampeão nacional.

«Se era o que desejava? Claro que não, mas o Benfica quis assim, o que é que eu posso fazer? Qual é o jogador que não queria ficar no Benfica?, desabafou em conversa com os jornalistas presentes no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Apesar disso, o internacional olímpico pelo Brasil disse não estar desiludido por rumar ao futebol turco e frisou que está feliz e que tem agora o objetivo de ajudar o Besiktas a renovar o título de campeão nacional.


«Desde as férias que sabia que não ia ficar, o presidente sabe disso», acrescentou ainda entre votos de sucesso ao clube da Luz. «Desejo felicidades ao Benfica e espero que seja campeão. É um clube vitorioso».




>>>>>>>>>O<<<<<<<<<




OFICIAL: Benfica empresta Ola John ao Wolverhampton



Terceiro jogador dos encarnados a rumar por empréstimo ao clube do segundo escalão de Inglaterra

O Benfica emprestou Ola John ao Wolverhampton.

O jogador holandês vai rodar no clube do segundo escalão de Inglaterra até ao final da temporada.

Ola John é o terceiro jogador dos encarnados a ser cedido ao Wolves nesta época, depois de João Teixeira e de Hélder Costa, continuando assim a carreira no Championship inglês, depois de ter alinhado no Reading em 2015/16.

Os encarnados conseguem assim colocar mais um dos jogadores excedentários que não entrava nos planos de Rui Vitória.





>>>>>>>>>O<<<<<<<<<




Taarabt, os problemas com Vitória e a tensa reunião com presidente e treinador



Médio marroquinho deu uma entrevista à France Football, na qual falou sobre o facto de não ser opção no Benfica. Diz ainda que sempre teve a confiança do líder dos encarnados, Luís Filipe Vieira

Adel Taarabt, médio marroquino contratado no ano passado pelo Benfica, deu uma extensa entrevista à France Football, na qual falou sobre os problemas que tem encontrado para se afirmar no clube da Luz.

O jogador, de 27 anos, admitiu alguns erros – entre os quais ter-se apresentado com oito quilos a mais quando chegou – mas responsabilizou Rui Vitória pelo facto de não ser opção.

«Quando eu assinei, Jorge Jesus era o treinador. No mês seguinte, foi para o Sporting. Chegou um novo treinador e eu não entrava nos planos. Treino, mas não tenho uma oportunidade, nem nos jogos amigáveis», afirmou.

Taarabt referiu ter falado com Luís Filipe Vieira para esclarecer a situação na equipa e que o líder das águias terá mesmo falado com outros jogadores do plantel para saber se não se treinava bem. «Disseram-lhe que não compreendiam porque é que eu não fazia parte do grupo. O presidente marcou um encontro entre o treinador e eu. O que me disse o treinador? Que eu estava entre os três melhores jogadores do clube, mas insistiu na minha forma física. É verdade que eu cheguei ao clube com oito quilos a mais. Mas três semanas depois voltei ao normal.»

Na mesma entrevista, o internacional marroquino fala ainda de uma alegada discussão entre Vieira e Vitória. «O presidente explicou que eu era o terceiro jogador mais bem pago do clube. Ele respondeu que ele era o treinador, que não me queria e que ou era ele ou eu.»

«Ainda tenho quatro anos de contrato. Neste momento, treino-me com um grupo de oito jogadores que o treinador não quer. Quando a equipa principal acaba o treino, começamos o nosso. Neste momento, vejo muitos jogadores a relançarem-se em França. O caso do Hatem (Ben Arfa) deu-me inveja. Fazer uma época assim, seria o ideal. Ir para França é o meu objetivo número 1», acrescentou Taarabt, apontando o Marselha como o clube ideal.



>>>>>>>>>O<<<<<<<<<


ANDEBOL


ANDEBOL PERDE FINAL DO TORNEIO DE VISEU





O Sport Lisboa e Benfica perdeu, este domingo, na final do Torneio Internacional de Viseu, por 22-25, com o Sporting.

Numa primeira parte equilibrada, o Benfica começou melhor sem nunca se adiantar muito na dianteira. A meio da primeira parte, o Sporting passou para a frente do marcador e assim se manteve até ao intervalo, quando o “placard” assinalava 12-14.

Para a etapa complementar, ambas as equipas mudaram de guarda-redes e isso acabou por ser fundamental para o Sporting se manter na frente, pois Asanin fez uma exibição de “encher o olho” que praticamente deu a vitória ao rival.  



>>>>>>>>>O<<<<<<<<<



BASQUETEBOL



 “VAI SER UMA ÉPOCA MUITO DESAFIANTE”



A equipa de Basquetebol do Sport Lisboa e Benfica regressou esta segunda-feira, dia 22 de agosto, aos trabalhos de uma temporada que se aguarda repleta de êxitos.

Carlos Andrade, extremo da equipa comandada por Carlos Lisboa, explica como está a ser encarado este início de 2016/17.

“O verão foi longo e é muito bom voltar a casa, regressar ao trabalho e com o mesmo objetivo, ganhar”, começou por dizer em declarações à BTV.

Da formação da temporada transata saíram alguns atletas, tendo entrado cinco caras novas ao que se juntam atletas oriundos da Formação do Clube. Esta é uma altura fulcral para unir ainda mais o grupo, integrando os que agora encaram uma nova realidade… e aí o papel dos mais “velhos” é determinante.

“Saíram alguns jogadores importantes mas os que ficaram são maduros, experientes e conhecem bem a realidade do Clube. Chegaram novos atletas, pessoas sérias e faremos os possíveis para os integrar pois é muito importante que saibam o que é vestir a camisola do Benfica”, explicou o capitão.

“Os objetivos no Benfica são os mesmos de sempre e o trabalho é sempre igual durante a semana, muito forte, para no fim de semana alcançarmos os resultados que queremos, as vitórias”, acrescentou.

As férias já ficaram para trás e agora é tempo de focar numa temporada que “vai ser longa, desafiante” e onde há que “ter sempre em mente os objetivos iniciais”.

“Este arranque, estes primeiros dias de trabalho são muito importantes para o decorrer da época”, disse taxativo.

A fechar, um repto à Família Benfiquista…

“Vai ser uma época muito desafiante. Continuem a apoiar-nos de princípio ao fim, a acreditar em nós. Contamos com a presença de todos”, concluiu Carlos Andrade.



>>>>>>>>>O<<<<<<<<<